• (11) 3972-0339
  • Rua Ambrosia do México, 180 – Jardim Cidade Pirituba – São Paulo/SP – CEP: 02945-040
  • contato@etecpirituba.com.br

Participantes do Enem terão mais oportunidades de estudar em Portugal

Participantes-do-Enem-terao-mais-oportunidades-de-estudar-em-Portugal

Estudos em Portugal

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Instituto Politécnico do Porto (IPP) firmaram, nessa quarta feira, 26, em Brasília, um convênio interinstitucional para a utilização dos resultados do Enem na seleção de estudantes interessados em ingressar na instituição de ensino superior portuguesa. “O Enem, que proporciona muitos acessos à educação superior no Brasil, aos poucos também está abrindo boas oportunidades de estudo em Portugal”, destacou o presidente do Inep, Chico Soares.

Desde 2014, o Inep tem acordo firmado com as universidades portuguesas de Coimbra e Algarve, para aproveitamento dos resultados do Enem como forma de ingresso em suas graduações. Em 2015, o Instituto Politécnico de Leiria (IPL) e o Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) também acordaram com o Inep o acesso à base de dados do exame para o mesmo fim. O Instituto Politécnico do Porto passa a ser, portanto, o quinto parceiro internacional com acesso aos resultados do Enem para aproveitamento de seus participantes.

Segundo Carlos Ramos, vice-presidente do IPP, já há cerca de 300 estudantes brasileiros matriculados na instituição. “Portanto, para nós, inclusive na perspectiva de simplificar o processo, havendo um exame confiável de acesso ao ensino superior brasileiro, como é o caso do Enem, o melhor é utilizar exatamente esse mesmo sistema”, explica. Ramos acredita que essa nova parceria firmada com o Inep contribuirá para tornar a comunidade brasileira a mais numerosa entre os alunos estrangeiros do Instituto.

Com unidades nas cidades do Porto, Matosinhos, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia e Felgueiras, o IPP conta com uma comunidade acadêmica de mais de 18.500 estudantes. Os universitários estão distribuídos por sete institutos, onde são ministrados cursos superiores nas áreas do conhecimento de Engenharia, Contabilidade e Administração, Gerenciamento, Turismo e Hospedagem, Estudos Industriais, Tecnologia, Educação, Música e Artes Performáticas e Ciências da Saúde.

O processo seletivo para ingresso no IPP a partir de setembro está aberto. Os alunos brasileiros selecionados precisarão pagar uma taxa anual, mas terão desconto por fazerem parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Com isso, o valor pode variar de 1.500 a 2.250 euros, de acordo com os cursos das diferentes áreas do conhecimento. Para se inscrever, os interessados devem acessar o portal do IPP na internet (www.ipp.pt).

About the author /